Histórico

Onde está a Praça N. S. da Conceição, em Bacabal, o coronel Lourenço da Silva estabeleceu, em 1876, uma fazenda para cultivo do arroz, algodão e mandioca, aproveitando o trabalho escravo. Sobrevindo a Abolição, a fazenda foi vendida ao Coronel Raimundo Alves d’Abreu, que passou a comercializar com libertos e índios, cujas malocas se erguiam na atual localização do bairro Juçaral.

Com o desenvolvimento do comércio e o crescente afluxo de novos moradores, a fazenda prosperou e o povoado cresceu rapidamente. A imigração de nordestinos, que muito contribuiu para a expansão agrícola local, fez com que Bacabal, ainda no século passado, alcançasse a posição de primeiro centro produtor do Estado. Pelo Decreto-Lei Nº 159, de 6 de dezembro de 1938, a vila Bacabal, até então subordinada a São Luís Gonzaga, foi elevada à categoria de cidade. O nome do município teve origem na grande quantidade de palmeiras de bacaba ali existentes nos primórdios de sua colonização.

Gentílico: bacabalense

Formação Administrativa

Elevado à categoria de município e distrito com a denominação de Bascabal, pela lei estadual nº 932, de 17-04-1920, desmembrado de São Luís Gonzaga. Sede no atual distrito de Bacabal. Constituído do distrito sede. Instalado em 07-09-1920.

Em divisão administrativa referente ao ano de 1933, o município é constituído de 1933, o município é constituído do distrito sede.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 31-XII-1936 e 31-XII-1937.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 1-VII-1960.

Em divisão territorial datada de 2003, o município é constituído do distrito sede.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2007.

Fonte:IBGE