Histórico

DESCONHECE-SE a data em que ocorreu o devassamento do território. Admite-se, porém, que a penetração se tenha realizado pelo rio Preguiças, em grande parte navegável, e por seus afluentes que permitem o tráfego de pequenas embarcações. A fixação do homem na região foi determinada pela fertilidade das margens do citado rio e de seus afluentes, pelas pastagens e campos apropriados à Criação do gado, pela abundância de peixe nos rios e lagoas, e, pela amenidade do clima. Há quem admita, também, que a construção de uma ponte em 1849, sobre o rio Mocambo, como parte de uma estrada que vinha da comarca de Campo Maior-PI à de Brejo-MA e desta à de Icatu-MA, contribuiu para o seu desbravamento.

Em 1858, criou-se a Freguesia de Barreirinhas com territórios desmembrados de Tutóia, Brejo, Miritiba e São Bernardo. Barreirinhas adquiriu categoria de Cidade no ano de 1938.

Gentílico: barreirinhense

Formação Administrativa

Distrito criado com a denominação de Barreirinhas, pela lei provincial nº 481, de 18-06-1858.

Elevado à categoria de vila com a denominação de Barreirinhas, pela lei provincial nº 951, de 14-06-1871, desmembrado do município de Tutóia. Sede na povoação de Barreirinhas.

Em divisão administrativa referente ao ano de 1911, a vila é constituída do distrito sede.

Assim permanecendo em divisões territoriais datadas de 31-XII-1936 e 31-XII-1937.

Elevado à condição de cidade com a denominação de Barreirinhas, pela lei nº 45, de 29-031938.

Em divisão territorial datada de 1-VII-1960, o município é constituído do distrito sede.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2005.

 

 

Fonte:IBGE