Histórico

Em 1968, com início da construção da Br 222, ligando o leste ao oeste maranhense, precisamente São Luís a Açailândia, pela firma empreiteira: Construtora Mendes Júnior, na altura do km 100, partindo de Açailândia, foi levantado um acampamento destinado ao abrigo de trabalhadores da firma empreiteira.

Nesse mesmo ano, por falta de repasse de recursos pelo órgão contratante, as obras sofreram paralisação, tendo os trabalhadores permanecido nesse acampamento, no aguardo da retomada das obras.

Tratando o reinício dos trabalhos, decidiram os trabalhadores a cultivar as imediações do acampamento, iniciando assim as primeiras plantações de gêneros alimentícios de subsistência.

Em 1970, com a retomada da construção da Rodovia Br 222, coincidindo com a política de Reforma Agrária executada pelo INCRA – Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária, várias famílias de diversos Estados, principalmente Bahia, Minas Gerais, Espírito Santo, Ceará, Piauí, Pernambuco, além de outras famílias do próprio estado e nativos da região, incentivados pela doação pelo INCRA, de lotes de terras, começaram rapidamente a colonização da região.

Gentílico: bom-jesuense

Formação Administrativa

Elevado à categoria de município com a denominação de Bom Jesus das Selvas, pela lei estadual 6166, de 10-11-1994, desmembrado de Santa Luzia. Sede no atual distrito de Bom Jesus das Selvas ex-povoado. Constituído do distrito sede. Instalado em 01-01-1997.

Em divisão territorial datada de 15-07-1997, o município é constituído do distrito sede.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2005.

Fonte:IBGE