Histórico

PRIMITIVAMENTE habitado por indígenas, a região teve seu povoamento iniciado em 1929, com a chegada dos lavradores Rosendo Rodrigues da Silva, José Antônio Torres, Luciando Rodrigues, José e João Melquiades, José João da Costa e outros, que se fixaram à margem de um lago. Alí encontraram uma pedra de amolar, deixada pelos silvícolas, surgindo o nome de Lago da Pedra.

O potencial da região não tardou a ser detectado, através da produção obtida nas primeiras safras, ocorrendo uma grande movimentação de imigrantes que transformaram a povoação, dando-lhe certa importância demográfica e comercial. A comunicação com os município vizinhos, por estradas abertas, também influenciou o progresso do lugar.

Vinte três anos depois de iniciado e desbravamento, a povoação alcançou sua autonomia.

Gentílico: lago-pedrense

Formação Administrativa

Distrito criado com a denominação de Jejuí, pela lei estadual nº 269, de 31-12-1948, subordinado ao município de Vitória do Mearim ex-Baixo do Merim.

Em divisão territorial datada de 1-VII-1950, o distrito de Jejuí figura no município de Vitória do Mearim.

Elevado à categoria de município com a denominação de Lago da Pedra, pela lei estadual nº 776, de 02-10-1952, desmembrado de Vitória do Mearim e Bacabal. Sede no atual distrito de Lago de Pedra ex-Jejuí. Constituído do distrito sede. Instalado em 01-011953.

Em divisão territorial datada de 1-VII-1960, o município é constituído do distrito sede.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2005.

Alteração toponímica distrital

Jejuí para Lago da Pedra alterado, pela lei estadual nº 770, de 02-10-1952.

 

 

Fonte:IBGE