Histórico

MUITO antes da chegada do americano Eduardo Burnet à região, em 1871, já prosperava a Fazenda Sussuapara, que desapareceu com o assassinato de seu proprietário, vítima dos balaios.

Eduardo Burnet construiu uma casa de telha, iniciando-se no ramo de comércio. Em 1996, fundou a Vila; denominando-a de Vila Nova, desmembrada de Patos Bons. Com o crescente progresso, decidiu alterar o topônimo para Nova Iorque, em homenagem à sua terra. Contribuíram bastante para o êxito da povoação os brasileiros Bernardino do Espírito Santo e Silva, Justino Neiva de Souza e João Henrique Ferreira.

Em 1925, a Vila foi invadida pela coluna Prestes, tendo os revolucionários saqueados o comércio, queimando arquivos públicos e praticado mais uma série de arbitrariedades, deixando a região somente oito dias depois. No ano seguinte, rio Parnaíba inundou a povoação, forçando a mudança da Vila para local mais alto, não atingido pelas águas.

Pelo decreto lei nº 45, de 29 de março de 1938, passou a categoria de Cidade.

Tendo em vista a construção da Barragem de Boa Esperança, em 1968, a Cidade foi totalmente tomada pelas águas da represa. Com recursos do Governo Federal, construir-se, então, uma nova sede, em local distante, totalmente planejada e que se constitui em modelo de cidade de pequeno porte.

Gentílico: nova-iorquino

Formação administrativa

Elevado à categoria de vila e com a denominação de Nova Iorque, pela lei provincial nº 1382, de 11-05-1886, desmembrada de Pastos Bons. Em divisão administrativa referente ao ano de 1911, a vila é constituído do distrito sede. Elevado à condição de cidade e sede do município com a denominação de Nova Iorque, pela lei estadual nº 833, de 20-03-1919. Pelo decreto estadual nº 75, de 22-04-1931, é extinta a vila de Benedito Leite, sendo seu território anexado ao município de Nova Iorque. Em divisão administrativa referente ao ano de 1933, o município é constituído de 2 distritos: Nova Iorque e Benedito Leite. Pelo decreto nº 913, de 30-09-1935, desmembra do município de Nova Iorque o distrito de Benedito Leite. Elevado novamente à categoria de município. Em divisão territorial datada de 1-VII-1960, o município é constituído do distrito sede. Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2005.

Outras caraterísticas –

No mês de junho, é comemorado o festejo de Santo Antônio (Padroeiro da cidade).

A aproximadamente 2 km do centro da cidade, está localizada a Praia do Caju, que está localizada na margem do lago formado pela Barragem de Boa Esperança, atraindo grande número de turistas entre os meses de julho e setembro.

No mês de setembro, é realizado o Festival de Caju, o maior evento do calendário da cidade, sendo prestigiado anualmente por pessoas de todas as cidades circunvizinhas.

Fonte:IBGE