Histórico

SEGUNDO alguns historiadores, Macapá, atual município de Peri-Mirim, teve como povoadores habitantes dos municípios limítrofes que, atraído pelas riquezas das terras, e a existência de ótimas pastagens, para lá se deslocarem, fixando residência e construindo suas moradas. Ao lugar, deram o nome de Macapá.

A agropecuária foi o fator preponderante do povoamento, possibilitando o gradativo crescimento do lugar.

Em 1919, foi elevada à categoria de município, suprimido em 1931 e restabelecido em 1935, com área desmembrada do município de São Bento.

O topônimo foi alterado para Peri-Mirim, em 1943, e admite-se que a denominação se origine de ‘peri’ , nome dado a uma espécie de junco, muito encontrado na região.

Gentílico: peri-miriense

Formação administrativa

Distrito criado com a denominação de Macapá, pela lei nº 2, de 09-05-1893, subordinado ao município de São Bento dos Perizes. Em divisão administrativa referente ao ano de 1911, o distrito de Macapá, figura no município de São Bento dos Perizes. Elevado à categoria de município com a denominação de Macapá, pela lei nº 850, de 31-03-1919. Desmembrado de São Bento dos Perizes. Sede no antigo distrito de Macapá.

Não temos datada de instalação.

Pelo decreto nº 75, de 22-04-1931, o município é extinto, sendo seu território anexado ao município de São Bento dos Perizes.

Em divisão administrativa referente ao ano de 1933, Macapá e distrito do município de São Bento do Perizes.

Elevado novamente à categoria de município com a denominação de Macapá, pelo decreto nº 857, de 19-06-1935.

Em divisões territoriais datadas de 31-XII-1936 e 31-XII-1937, o município é constituído do distrito sede.

Pelo decreto-lei estadual nº 820, de 30-12-1943, o município de Macapá passou a denominar-se Peri-Mirim.

Em divisão territorial datada de 1-VII-1960, o município é constituído do distrito sede.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2005.

 

 

Fonte:IBGE