Histórico

Os índios Guajajaras habitaram por muito tempo a região, afastando-se à medida em que o território começava a ser desbravado. Pouco se sabe a respeito do primeiro povoador, um boiadeiro que ali se fixou em data incerta. O seu rebanho prosperou bastante, já que a pastagem era exuberante. Com o passar dos tempos, o gado que era criado em campo aberto, pastava longe da sede da fazenda e isso, dificultava o controle. Certo dia, o proprietário, ao sentir falta de um animal, foi informado de que o mesmo poderia se encontrar no único local onde havia água na região e que ficava situado numa ares com muitas pedras, a qual, em razão disso, foi denominada de ‘Porção de Pedras’, denominação essa modificada para ‘Poção’, em virtude do pouco conhecimento de gramática por parte dos moradores. Daí, a origem do nome.

Pela lei nº 2.181, de 30 de dezembro de 1961, foi o povoado elevado à categoria de município.

A área integrante do atual município, foi desmembrada de Pedreiras.

Gentílico: poção-pedrense

Formação administrativa

Elevado à categoria de município e distrito com a denominação de Poção de Pedras, pela lei nº 2181, de 30-12-1961, desmembrado de Pedreiras. Sede no atual distrito de Poção de Pedras ex-povoado. Constituído de 3 distritos: Poção de Pedras, Lago Achado e Três Lagoas. Criados pela mesma lei do município. Instalado em 13-01-1962.

Em divisão territorial datada de 31-XII-1963, o município é constituído de 3 distritos: Poção de Pedras, Lago Achado e Três Lagoas.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 1-I-1979.

Em divisão territorial datada de 18-VIII-1988, o município aparece constituído do distrito sede. Não figurando os distritos de Lago Achado e Três Lagoas.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2005.

 

 

Fonte:IBGE