Histórico

A FORMAÇÃO do povoado teve início quando, na localidade Ponta de Linha, onde hoje se localiza a Cidade, desenvolveu-se uma Fazenda para explorar a monocultura da cana-de-açúcar, a fim de abastecer o ‘Engenho Central’, no município de Pindaré-Mirim.

O apogeu, do referido ‘Engenho Central’, foi tanto que se construiu uma linha férrea para facilitar o escoamento da produção de Ponta de Linha. Entretanto, o progresso teve pequena duração, pois, em 1915, iniciou-se a decadência do Engenho e, com ela, a estagnação do povoado, o que obrigou os moradores a iniciarem outros cultivos como: arroz, milho, algodão, etc, quebrando o vínculo comercial com Pindaré-Mirim, passando, assim, a ter comercialização própria.

De 1915 até a Criação do município, em 1966, formara-se grupos de pessoas que lutaram com afinco para desenvolver o lugar, objetivando alcançar sua emancipação.

A área integrante do atual município foi desmembrada de Pindaré-Mirim.

Gentílico: santa-inesense

Formação Administrativa

Elevado à categoria de município e distrito com a denominação de Santa Inês, pela lei estadual nº 2723, de 19-12-1966, desmembrado de Pindaré-Mirim. Sede no atual distrito de Santa Inês ex-povoado. Constituído do distrito sede. Instalado em 14-03-1967.

Em divisão territorial datada de 01-01-1979, o município é constituído do distrito sede.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2005.

 

 

Fonte:IBGE