Histórico

FAMÍLIAS portuguesas, atraídas pela fertilidade do solo, nele se fixaram com vistas à exploração agrícola, dando início ao povoamento da região já conhecida à exploração agrícola, dando início ao povoamento da região já conhecida, desde 1838 pela denominação de Urubu; posteriormente foi substituída pela de Monte Alegre pelos Frades capuchinhos.

Gentílico: timbirense

Formação Administrativa

Em divisão administrativa referente ao ano de 1911, figura no município de Codó o distrito de Monte Alegre.

Elevado à categoria de vila com a denominação de Monte Alegre. Pela lei estadual nº 921, de 05-04-1931, confirmado pelo decreto nº 539, de 16-12-1933. Sede na vila de Monte Alegre. Não temos data de instalação.

Em divisão administrativa referente ao ano de 1933, Monte Alegre aparece como distrito do município de Codó.

Elevado novamente à categoria de município com a denominação de Monte Alegre, pelo decreto nº 832, de 03-06-1935, desmembrado de Codó. Constituído do distrito sede.

Em divisões territoriais datadas de 31-XII-1936 e 31-XII-1937, o município é constituído do distrito sede.

Pelo decreto-lei estadual nº 820, de 30-12-1943, o município de Monte Alegre passou a denominar-se Timbiras.

Em divisões territoriais datada de 1-VII-1960, o município já denominado Timbiras é constituído do distrito sede.

Assim permanecendo em divisões territoriais datada de 2005.

Alteração toponímica municipal

Monte Alegre para Timbiras alterado, pelo decreto-lei estadual nº 820, de de 30-12-1943.

Fonte:IBGE