Esperantinópolis

Aluisio Carneiro Filho
  • Prefeito: Aluisio Carneiro Filho

  • Aniversário Prefeito: 09/09

No início do século XX, quando a indústria de tecelagem iniciava seu cíclo no Maranhão e Barra do Corda surgia como grande centro de comercialização algodoeira, fundou-se aí, a firma Manoel José Salomão que visando expandir a área de influência, abriu uma filial no lugar Angelim, vinte léguas abaixo, na margem direita do rio Mearim.

        Partindo de Angelim, o caçador Cândido Mendes da Silva encontrou uma lagoa, duas légua depois do rio, tendo ali fundado um povoado, numa data imprecisa de 1910. O fundador deu o nome de Centro do Boi ao lugar. Seguindo os passos de Cândido Mendes da Silva, vieram fixar-se na localidade, dentre outros, Aristides Vieira, Manoel Cardoso, Pedro Lopes, José Pinto e Eloy Pinto que levantaram suas casas em local próximo à lagoa.

        Posteriormente, vieram muitos outros cidadões oriundos de Barra do Corda, Itapecuru e Pastos Bons, que muito ajudaram no desbravamento do território. Em 1920, o Frei Josué de Monza visitando o povoado, chamou a nova terra de Boa Esperança nome que perdurou até a criação do município.

        Com as presenças constantes de autoridades de Barra do Corda em Boa Esperança, os políticos locais animaram-se a tentar a emancipação do lugar, tendo à frente, o sr. João Angelo Batista, que muito lutou pelo evento.

Gentílico: esperantinopolense ou esperatinopoense

Formação Administrativa

Distrito criado com a denominação de Boa Esperança do Mearim, pela lei estadual nº 269, de 31-12-1948, subordinado ao município de Barra do Corda.

          Em divisão territorial datada de 1-VII-1950, o distrito de Boa Esperança do Mearim figura no município de Barra do Corda.

          Elevado à categoria de município com a denominação de Esperantinópolis, pela lei estadual nº 1139, de 27-04-1954, desmembrado de Barra do Corda. Sede no atual distrito de Esperantinópolis ex-povoado Boa Esperança do Mearim. Constituído do distrito sede. Instalado em 27-06-1954.

          Em divisão territorial datada de 1-VII-1960, o município é constituído do distrito sede.

          Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2005.

Alteração toponímica distrital

Boa Esperança do Mearim para Esperantinópolis alterado, pela lei estadual nº 1139, de 2704-1954.

 

Fonte:IBGE

MUNICÍPIO DE ESPERANTINÓPOLIS

LEI nº 1139 DE 27 DE ABRIL DE 1954, Cria o Município de ESPERANTINÓPOLIS e dá outras providências.

O Governador do Estado do Maranhão
Faço saber a todos os seus habitantes que a Assembléia Legislativa decretou e eu sanciono a seguinte lei:

DA CRIAÇÃO DO MUNICÍPIO

Art. 1° - É criado o município de Esperantinópolis, constituído pelo atual distrito de Boa Esperança do Mearim, localizado à margem esquerda do rio Mearim, no município de Barra do Corda, do qual é desmembrado de acordo com os limites fixados na presente lei.

Art. 2° - O município de Esperantinópolis fica subordinado ao termo sede da comarca de Barra do Corda.

Art. 3° - É elevado à categoria de cidade e convertido em sede de município a atual sede do distrito de Boa Esperança do Mearim, com o nome de Esperantinópolis.

Art. 4° - O município é constituído de um só distrito.

Art. 5° - São os seguintes os limites do município de Esperantinópolis:

LIMITES TERRITORIAIS

I) Com o município de PEDREIRAS:

a)Os atuais limites intermunicipais de Pedreiras com Barra do Corda, de acordo com a lei n° 269, de 31 de dezembro de 1948.

II) Com o município de GRAJAU:

a)Os atuais limites intermunicipais de Grajaú, com Barra do Corda, do lugar da intercessão do divisor de águas Mearim-Grajaú com a linha de limite nordeste da Colônia Agrícola Nacional do Maranhão ao lugar do marco de intercessão do referido divisor de águas com o paralelo da foz do rio Flores.

III) Com o município de BARRA DO CORDA:

a)Com a linha de limite nordeste da Colônia Agrícola Nacional do Maranhão, em toda sua extensão.

b)Da intercessão da linha nordeste de limite da Colônia Agrícola Nacional do Maranhão com o rio Mearim, seguindo por este à jusante, até a foz do rio Flores.

O município de Esperantinópolis possui a área de 2.025.000 metros quadrados, com um perímetro de 20.005 hectares.

Art. 6° - Esta lei entrará em vigor na data de sua publicação; revogadas as disposições em contrato.

Mando, portanto, a todas as autoridades a quem o conhecimento e execução da presente lei pertencerem que a cumpram e façam cumprir tão inteiramente como nela se contém. O Secretário de Estado dos Negócios do Interior, Justiça e Segurança a faça publicar, imprimir e correr.

Palácio Governo do Estado do Maranhão, em São Luís, 27 de abril de 1954, 133° da Independência e 66° da República.

EUGÊNIO BARROS
ALEXANDRE COSTA
 

 

Este texto não substitui o original publicado em imprensa oficial.


FAMEM © 2018 - Todos os direitos reservados