Notícia de Santa Inês

35 Visualizações

Publicada em 10/08/2018 16:34:37

Prefeitura entrega kits de enxoval para Grupo de Gestantes do CRAS


A Prefeitura Municipal de Santa Inês, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Social e Cidadania e o Centro de Referência de Assistência Social (CRAS), com apoio do programa de saúde da mulher, realizaram “Meu primeiro agasalho” na tarde de quinta-feira, 09, um programa de incentivo entregando cerca de 150 kit’s para mães que cumpriram todo o pré-natal (todos os exames e no mínimo seis consultas na carteira da mulher). A solenidade teve também como objetivo, o lançamento oficial da campanha “Agosto Dourado”, mês dedicado ao incentivo do aleitamento materno.

         Estiveram presentes a gestora municipal, Vianey Bringel; a médica pediatra, Naíra Vasconcelos, a secretária de Desenvolvimento Social e Cidadania, Alciene dos Santos; a Coordenadora do Cras, Eliane Lira; a secretária de educação, Maria do Carmo Gama; a coordenadora da Saúde da Mulher, Josenilma Rocha, entre outras equipes da saúde e assistência social.

         Para início da solenidade, o Ballet infantil do CRAS, acompanhado pelo professor Diego, se apresentaram para os presentes. Vianey Bringel que é médica pediatra fez questão de estar presente para orientar e saber se realmente as mães estão tendo o acompanhamento e cuidado necessário para um parto saudável e seguro.

“O programa ‘Meu primeiro Agasalho’, foi criado não só para entregar um kit e sim, incentivo para que cada vez mais as gestantes do nosso município sejam acompanhadas e possam realizar todos os exames que necessitam. Além das gestantes, esperamos que todas as famílias procurem os serviços de assistência social para que possam ser acompanhados, assim fortalecendo os vínculos familiares”, disse a prefeita Vianey Bringel que complementou ainda que o projeto tem como objetivo contribuir com a diminuição dos índices de mortalidade materna, fetal e infantil, contemplando assistência integral e humanizada à gestante durante todo o ciclo da gravidez, incluindo pré-natal, parto e puerpério (período pós-parto), e o acompanhamento do bebê.

Cinthya Nayana Carvalho, mãe do Luca do Nascimento, de 3 meses, participou de todas as consultas periódicas durante a gestação e esteve presente na solenidade para falar da importância do acompanhamento médico. Cinthya participou também, assim como outras quatro mamães, de uma sessão fotográfica com seu bebê para incentivo da campanha  “Agosto dourado”.

“Estou muito feliz em estar aqui e ver quantas mães estão próximas de ter os seus filhinhos no colo. Participei de todas as consultas durante minha gestão, garantindo a saúde do meu filho que está aqui comigo, saudável e muito lindo. Isso porque eu também cuido da minha alimentação para garantir o leite materno para ele. É difícil só amamentar, porque a mulher fica cansada, mas também não há sensação melhor esse momento único de vínculo entre mãe e filho. Agradeço a todas as enfermeiras, médicos e responsáveis da saúde e assistência social pelo trabalho feito. Amei participar das fotos e espero outras oportunidades”, disse a mamãe Cinthya.

Antes da entrega dos kit’s, as gestantes beneficiadas receberem orientação social da Dra. Naíra Vasconcelos sobre vacinação, amamentação, alimentação das mães, o parto e cuidados dos bebês recém-nascidos.

Os kits entregues oferecem itens essenciais para os primeiros meses do bebê. Eles contam com fraldas, banheira, roupinhas, luva, meias, manta, entre outros itens

“Entendemos que o cuidado com as crianças começa já na gestação. A ideia é cuidar das famílias. Então, estamos juntos neste momento de acolhimento porque são essas crianças que vão fazer o futuro de Santa Inês e a nossa gestão apresenta resultados para agora e para o futuro”, afirmou Alciene dos Santos.

Para ter direito ao benefício, as mães precisam inicialmente, procurar as Unidades Básicas de Saúde de seus respectivos bairros, como também se cadastrar diretamente no Balcão de atendimento, na Secretaria de Desenvolvimento Social e Cidadania (SMDSC). As mães devem atender aos critérios de vulnerabilidade social, estarem sob acompanhamento da Unidade de Saúde de Saúde (UBS), ser detentora do cartão da gestante, comprovante de residência, RG e comprovante de no mínimo, seis consultas.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

35 Visualizações

Publicada em 10/08/2018 16:34:37

FAMEM © 2018 - Todos os direitos reservados