Igarapé Grande

Erlanio Furtado Luna Xavier
  • Prefeito: Erlanio Furtado Luna Xavier

  • Aniversário Prefeito: 22/09

      Em 1904, dois caçadores nordestinos que haviam emigrado para o Maranhão, mais precisamente para a região do Mearim, penetraram nas matas em busca de um local onde, com mais facilidade, pudessem desenvolver a caça, tendo localizado no Iguarapé com grande volume de água, que denominaram de Iguarapé Grande. Com o lugar lhes pareceu

o ideal, ali construiram um barraco e inicaram as suas atividades, inclusive fazendo o primeiro roçado. Assim, teve origem a povoação que, posteriormente, construiria a sede do município.

Foi bastante lenta a evolução do lugar pois, só a partir de 1950, a povoação se expandiu demograficamente, daí surgindo o crescimento da agropecuária, do extrativismo vegetal e do comércio.

      Em 1956, o lider da povoação João Soares e Silva, ajudado por todos os segmentos da coletividade, iniciou um trabalho sério, visando a emancipação do território, para o que contactou com as autoridades responsáveis e preparou toda a documentação necessária. Em 1958, tendo falecido o lider do movimento, assumiu o comando o sr. Manoel Matias da Paz que lutou até conseguir o sonho da população.

Gentílico: igarapé-grandense

Formação administrativa

      Distrito criado com a denominação de Igarapé Grande, pela lei estadual nº 269, de 31-12-1948, subordinado ao município de Pedreiras.

      Em divisão territorial datada de 1-VII-1950, o distrito de Igarapé Grande figura no município de Pedreiras.

      Assim permanecendo em divisão territorial datada de 1-VII-1960.

      Elevado à categoria de município com a denominação de Igarapé Grande, pela lei estadual nº 2184, de 30-12-1961, desmembrado de Pedreiras. Sede no antigo distrito de Igarapé Grande. Constituído de 3 distritos: Igarapé Grande, Canaleiro e São Bernardo, sendo que os distritos foram criados pela mesma lei do município. Instalado em 15-011962.

      Em divisão territorial datada de 31-XII-1963, o município é constituído de 3 distritos: Igarapé Grande, Canaleiro e São Bernardo.

      Assim permanecendo em divisão territorial datada de 1-I-1979.

      Em divisão territorial datada de 18-VIII-1988, o município aparece constituído de distrito sede.

      Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2005.

 

Fonte:IBGE

MUNICÍPIO DE IGARAPÉ GRANDE

Lei nº 2.184 de 30 de Dezembro de 1961. Cria o Município de IGARAPÉ GRANDE e dá outras providências.

 

O Governador do Estado do Maranhão
Faço saber a todos os seus habitantes que a Assembléia Legislativa decretou e eu sanciono a seguinte Lei:

Art. 1º - É criado o Município de Igarapé Grande, desmembrado unicamente do município de Pedreiras, de acordo com os limites fixados na presente Lei.

Art. 2º - O município de Igarapé Grande fica subordinado à Comarca de Pedreiras.

Art. 3º - É elevado à categoria de cidade e convertido em sede de Município o atual povoado Igarapé Grande.

Art.4º - O Município fica constituído de três Distritos: os de Igarapé Grande, São Bernardo e Caneleiro.

Art. 5º - São os seguintes os limites de Igarapé Grande:

Começa no povoado Três Bocas, à margem esquerda do rio Mearim, continuando à montante pela margem esquerda do rio, até alcançar o povoado Belém, envolvendo Três Bocas e Belém; deste ponto segue por uma estrada carroçável que vai até o povoado Laguinho do Simião, fazendo no percurso dessa estrada os limites com o Município de Poção de Pedras; daí parte por um alinhamento reto que limita o Município de Pedreiras com o de Ipixuna, até encontrar o povoado Colônia, incluindo-o. Deste ponto segue por uma estrada carroçável até alcançar o povoado Três Bocas, à margem esquerda do rio Mearim, ponto de partida.

Art.6º - Ficam respeitados os limites intermunicipais de acordo com as leis em vigor.

Art.7º - Esta lei entrará em vigor na data de sua publicação, revogadas as disposições em contrário.

Mando, portanto, a todas as autoridades a quem o conhecimento e a execução da presente Lei pertencerem que a cumpram e a façam cumprir tão inteiramente como nela se contém. O Secretário de Interior, Justiça e Segurança a faça publicar, imprimir e correr.

Rio de Janeiro, em 30 de dezembro de 1961, 140º da Independência e 73º da República.

NEWTON DE BARROS BELLO
José Ramalho Burnett da Silva


 

 

Este texto não substitui o original publicado em imprensa oficial.


FAMEM © 2018 - Todos os direitos reservados